"A Jogadora de Go" de Shan Sa

 27 Ago, 14:09

5 €

"A Jogadora de Go" de Shan Sa

27 Ago, 14:09

5 €

"A Jogadora de Go"
de Shan Sa

1 Edição de 2002
Notícias Editorial
290 Páginas

1931: o último Imperador da China reina sobre a Manchúria, mas sem poder, é o exército japonês que põe e dispõe. A aristocracia, tentando esquecer o desaire, entrega-se a uma vida de ócio e futilidades. Ao mesmo tempo, na Praça dos Mil Ventos, uma estudante de 16 anos joga ao Go. Nas suas mãos, os peões são os símbolos de um destino que ela ainda não conhece e que lhe vai aparecer através de um oficial japonês, jovem, obstinado, devotado à utopia imperialista.

----
Shan Sa, poetisa, calígrafa e romancista, Shan Sa nasceu em Pequim em 1972, no interior de uma China destruída pela Revolução Cultural. Com oito anos apenas, publicou alguns poemas no jornal O Diário do Povo, passando a ser a mais jovem poetisa do seu país. Em 1990, aos 17 anos, trocou a cidade natal por Paris e o chinês pela língua francesa, tornando-se, dez anos mais tarde, numa autora de língua francesa reconhecida pela crítica e estimada pelo público que esgota sucessivas edições das suas obras.
Como romancista, escreveu A Porta da Paz Celeste (Prémio Goncourt para o Primeiro Romance), A Jogadora de Go e Imperatriz, todos já editados pela Casa das Letras (antiga Editorial Notícias). A Quatro Vidas do Salgueiro recebeu o prémio Cazes. Publicou, ainda, um livro de poemas, Le Vent Vif et le Glaive Rapide, e o álbum Le Miroir du Calligraphe.

COMO NOVO - PORTES GRÁTIS

Raul Ribeiro

Anunciante desde Abr. 2013
Cascais