Marlene D.- Marlene Dietrich

 Ontem, 10:41

10 €

Marlene D.- Marlene Dietrich

Ontem, 10:41

10 €

  • VendaTipo
  • LisboaConcelho
  • São VicenteFreguesia
  • 24842733Id do anúncio

"É conhecido", escreveu Marlene Dietrich em "Marlène D.", sempre senti a maior desconfiança para os jornalistas e aqueles que tentaram me dizer, só conheço a minha verdade ". Esta verdade nunca antes Marlene Dietrich disse. Ela nunca quis contar sua vida, responder a seus detratores, corrigir os erros que lhe foram ditos ou escritos. Pela primeira vez, em {Marlène D.}, ela revela a mulher desconhecida, secreta, forte e frágil escondida atrás da estrela. Sob o mito do "Anjo Azul" ou da "Imperatriz Vermelha", aqui está o pequeno admirador berlinês da França que, durante a guerra de 14 a 18 anos, traz um buquê de rosas brancas aos prisioneiros franceses; o soldado americano cruzando os campos de batalha de 1944; O cantor aplaudiu em todas as cenas internacionais. E acima de tudo, Hollywood, cujos reis e rainhas eram então chamados Garbo, Mae West, John Wayne, James Stewart, Orson Welles; suas amizades, seus amores, von Sternberg, o "mago", o "mestre" a quem Marlene Dietrich deve tudo, Gabin, "o homem, o super-homem, o ideal que todas as mulheres procuram". Às vezes implacável, nunca nostálgico, ela assume a si mesma e os outros um olhar lúcido e muitas vezes irônico. Perto de grandes escritores como Hemingway ou Erich Maria, o confidente de Piaf, Marlene Dietrich permaneceu, de Berlim a Hollywood, como em si mesma: uma mulher rasgada pelas tragédias de seu tempo, uma actriz determinada .

Ultramar editores 1984


Um totalitário cheio de nada...

Anunciante desde Set. 2017
Lisboa