Menos Que Zero de Bret Easton Ellis

 8 Jul, 11:47

6 €

Menos Que Zero de Bret Easton Ellis

8 Jul, 11:47

6 €

  • VendaTipo
  • PortoConcelho
  • Aldoar, Foz do Douro e NevogildeFreguesia
  • 30033701Id do anúncio

Vendo: 6,00 euros - (Preço na Bertrand 14,99 euros) - Tem 3 Fotos

Título: Menos Que Zero
Autor: Bret Easton Ellis
Tradução: Carlso Santos
Editora: Teorema
Dimensões: 15 x 21 cm
Páginas: 152

Sinopse:

Menos que Zero conta a história de uma geração perdida, seguindo a vida de um grupo de adolescentes nos anos 80, em Los Angeles. Em "Imperial Bedrooms" (o título cita um álbum de Elvis Costello), estão todos na meia-idade e o escritor norte-americano cria-lhes um destino surpreendente. Algumas personagens encontram a redenção, outras estão mais horripilantes do que nunca. Clay é agora argumentista, vive em Nova Iorque, mas regressa a Los Angeles por causa de um filme; Blair, a sua ex-namorada casou-se com outro; Julian é um toxicodependente em recuperação e Rip, que era o "dealer", fez tantas operações plásticas que ficou irreconhecível. Estão todos 25 anos mais velhos.

Aproveitando a pausa para férias da universidade, Clay regressa à sua Los Angeles natal, um mundo de privilégios sem limites e total rutura moral, na tentativa de redescobrir o que sentia pela sua namorada, Blair, e pelo seu melhor amigo, Julian.

Os dias, porém, sucedem-se iguais, entre incontáveis festas em mansões exuberantes, bares duvidosos, discotecas, restaurantes de luxo e lojas, e Clay permanece no ponto onde começou: preso entre passado e futuro, esperança e vazio.

Primeiro romance de Bret Easton Ellis, Menos Que Zero é hoje um clássico de culto da literatura norte-americana do século xx. O retrato cru e implacável de uma geração perdida e reclusa no mundo de ostentação, passividade e niilismo da Los Angeles classista da década de 80, que encontrou refúgio no sexo, nas drogas e na dormência de sentimentos.

Críticas da Imprensa:

«Nunca a versão hollywoodesca de sucesso se mostrou tão assustadora numa porção de literatura contemporânea.
Newsweek

«Se este livro for uma sátira existencial, a sua premissa é a de que o mundo é o inferno disfarçado de paraíso.
The Guardian
!


Ernesto Luz

Anunciante desde Dez. 2015
Porto