Chicote no templo. Mário de Oliveira

 11 Jun, 20:16

8 €

Chicote no templo. Mário de Oliveira

11 Jun, 20:16

8 €

N 8057 - Chicote no templo. Mário de Oliveira. 228 Pg . 3 Edição. Afrontamento Porto. Autografado pelo autor, com dedicatória.
Mário Oliveira, um sacerdote católico sem paróquia ou qualquer outro privilégio eclesiástico, escreveu já mais de duas dezenas de livros, incluindo um que pretendia "desmontar a mentira" sobre Fátima e outro com duras críticas ao anterior papa, João Paulo II.
A sua ultima obra, "Em nome de Jesus - diário aberto de um padre sem templo nem altar", explica, segundo a editora, o que leva Mário Oliveira a "reagir contra a ordem social existente e interroga- se sobre a espiritualidade nos dias que correm".
Além de reflexões sobre a Igreja Católica e o estado actual de um país [Portugal] em que um ex-primeiro-ministro "fugiu para a Europa", o livro inclui críticas ao "anti-evangelho" do cineasta Mel Gibson, realizador de "A Paixão de Cristo", filme que descreve o sofrimento de Jesus nos últimos dias da sua vida.
Para o jornalista César Príncipe, autor do prefácio, "Em nome de Jesus" é uma "recomendável e oportuna proposta de leitura [para crentes e não-crentes], neste duro tempo de excluídos, manipulados e abandonados por negociantes de multidões e ilusões".
"Expulso do templo pelos zeladores do pensamento único e modeladores do povo de Deus como rebanho do Senhor ou dos senhores, este padre não se deixou anular nem sequer aceitou baixar o tom da cólera divina", sublinha César Príncipe.
Nessa qualidade, foi preso duas vezes pela PIDE e outras tantas julgado no Tribunal Plenário do Porto.
Actualmente vive sem qualquer privilégio eclesiástico, tem mais de 20 livros publicados e todos geraram polémica quando foram editados.
Destacam-se, entre outras, as obras "Chicote no templo", "Fátima nunca mais", "Nem Adão e Eva, nem pecado original", "Que fazer com esta igreja?", "E Deus disse: Do que eu gosto é de política, não de religião", "Como farpas. Mas com ternura.
Portes Grátis


Amandio Marecos

Anunciante desde Abr. 2011
Lisboa